Pedaladas – Cicloviagens

Pedaladas – Cicloviagens

← Voltar para a programação

Apresentações


Mais que um Leão por Dia - a saga do primeiro brasileiro a pedalar 12 mil quilômetros pela África

Pedaladas_Cicloviagens_MaisQueUmLeaoPorDia

Alexandre Costa Nascimento

  • Curitiba (PR)
  • Jornalista Alexandre Costa Nascimento foi o primeiro brasileiro a pedalar 12 mil km pela África, do Egito à África do Sul.

A proposta é apresentar detalhes da participação no Tour d'Afrique, expedição ciclística de 12 mil quilômetros que cruza o continente africano do Cairo (Egito) à Cidade do Cabo (África do Sul) sobre duas rodas. Esta aventura deu origem ao livro Mais que um Leão por Dia (Editora Nossa Cultura), que narra a aventura vivida pelo jornalista Alexandre Costa Nascimento durante quatro meses no Tour d’Afrique. O autor foi o primeiro brasileiro e representante de um país latino-americano a participar da expedição. Do Cairo à Cidade do Cabo, Alexandre passou, ao todo, por 11 países africanos (Egito, Sudão, Etiópia, Quênia, Tanzânia, Malauí, Zâmbia, Zimbábue, Bosuana, Namíbia e África do Sul).


Mulheres de Ciclos? Mulheres Cicloviajantes...

Pedaladas_FedericaFochesato01

Federica Fochesato

  • S.José dos Campos (SP)
  • De São José dos Campos, usa a bicicleta como principal meio de transporte há 20 anos. Fez sua primeira cicloviagem em 2002 e, até então, a maioria delas foram feitas em companhia de amigas. Realizou também, aos 27 anos, uma cicloviagem sozinha (Caminho de Santiago de Compostela - de Saint Jean, França, à Finisterre, Espanha).

“Mulheres de Ciclos? Mulheres Cicloviajantes...” é uma conversa informal sobre cicloviagens realizadas por mulheres em companhia de outras mulheres. Além de servir de incentivo àquelas que pretendem fazer sua primeira cicloviagem, fornecendo dicas de equipamentos a roteiros, o bate-papo leva à reflexão sobre a repetitiva exclamação: “elas estão viajando sozinhas!”. Não seria: “elas estão viajando juntas”? Logo, o ato de cicloviajar, que revela liberdade e autonomia, pouco a pouco vem sendo abraçado também pelas mulheres e, consequentemente, quebrando tabus. E uma cicloviagem “a duas” pode ser um caminho de fortalecimento mútuo.


A Experiência de Cicloviajar para o assentamento da Ciclovida

Pedaladas_Cicloviagem_Ciclanas2

Coletivo Ciclanas

  • Fortaleza (CE)
  • Em março de 2015, o Coletivo Feminista e Cicloativista Ciclanas foi criado para que pudessemos abordar assuntos que estivessem conectados com o que fosse pertinente a luta da mulher ciclista, a mulher na cidade de Fortaleza.

A experiência a ser partilhada, se divide entre o desejo de multiplicar os relatos da experiência vivida, que vai desde a pré-viagem (organização, manutenção de bicicletas, divisão de alimentos - importante dizer que na Ciclovida é um assentamento de agricultores que estão numa luta constante contra o agronegócio -, comunicação entre os participantes - virtual e presencial); durante a viagem ( trabalhar na organicidade do pedal, experiência nas paradas de descanso, o pertinente as questões do feminino (ex: pedalar durante o período menstrual, etc...) e por fim, a experiência no local: conhecer as particularidades do assentamento, os modos de vida, ouvir relatos da viagem vivida de Ivania e Inácio, sua luta, a experiência de vida com a bicicleta e a chegada de outros cicloviajantes/ativistas no assentamento.


A Escola de Cicloturismo Pediverde

Pedaladas_Cicloviagem_Pediverde1

Gustavo Angimahtz

  • São Paulo
  • Jornalista e cicloturista, escreve sobre qualidade de vida, mobilidade urbana, arte e cultura para veículos online e offline. Já pedalou todo o litoral de SP a Porto Alegre, e diversos outros destinos no país. Também fundou e gerencia as operações da agência de cicloturismo Pediverde, iniciada em 2011, que promove passeios e viagens de bicicleta pelo Brasil e a Escola de Cicloturismo​, tema da palestra​ do Bicicultura.

Gustavo Angimahtz, fundador da Pediverde, fala sobre cicloturismo para iniciantes e traz o case de como fomenta a democratização da prática por meio de viagens gratuitas promovidas trimestralmente; e da Escola de Cicloturismo Pediverde, curso que prepara ciclistas de primeira viagem para pegar a estrada com noções básicas e atividades práticas. Além da palestra, a convite da Bicicultura, a Pediverde promove passeio de bicicleta de longa distância para a Pedreira DIB, na maior floresta urbana do mundo, a Serra da Cantareira, na segunda feira.


Na rota dos 40

Pedaladas_NaRotaDos40_01
Pedaladas_NaRotaDos40_2b

Sandra Talarico, Fred Furtado

  • Rio de Janeiro (RJ)
  • Sandra é especialista em educação à distância, fotógrafa amadora e curiosa. Ama pedalar. Descobriu a bicicleta para além do lazer. Fred é divulgador científico, contista, entusiasta de RPG, fã de quadrinhos e nerd de carteirinha. Ele usa a bicicleta como meio de transporte desde 1998.

Bate papo sobre a nossa primeira cicloviagem de turismo sob a perspectiva de quem tem mais de 40 anos e tem dúvidas se essa é uma possibilidade ou não. Abordaremos os fatores que motivaram essa iniciativa e os seus impactos sobre nós, enquanto experiência subjetiva e objetiva. Falaremos com base nos questionamentos que ouvimos dos amigos, familiares e conhecidos, e que, de alguma forma, passaram pelas nossas cabeças. Também queremos refletir sobre essa modalidade de turismo como sendo capaz de promover uma vivência de impacto positivo em termos de conservação, educação ambiental e autonomia.


3 Nós, Um Ciclo pela América Latina

Pedaladas_Vanildo_Franco

Vanildo Franco, 34

  • Fortaleza (CE)
  • Músico, Arte Educador, Lutier de instrumentos de percussão, tocador de Pife, ciclista desde criança, amante da cultura do pedal, da vida em liberdade e dos seres humanos.

Falaremos sobre o que nos motivou para realização do Projeto 3 Nós Um Ciclo Pela América Latina, como foi o processo de pesquisa do roteiro e preparação física, psicológica e de equipamentos, apresentaremos os principais produtos que serão gerados a partir da viagem (em andamento), e a importância de fazer uma viagem como essa para o incentivo da cultura do pedal e como um projeto como este pode contribuir para conscientizar e sensibilizar as pessoas sobre a importância da bicicleta em nossas vidas.

Horários(1)